quinta-feira, 16 de maio de 2019  08:31

Rentabilidade março e abril




Março/2019 

Durante o mês de março a Bungeprev fez algumas mudanças na composição de sua carteira de investimentos. Realizamos o resgate total do Fundo Multimercado Garde Dumas (em 18/03) e realocamos no Fundo Kinea Macro Chronos (em 19/03). Já no Segmento de Renda Variável (Ações), fizemos o resgate total do Fundo Phoenix-Itaú Espelho (em 14/03), direcionando os recursos para o Fundo Moat Capital (em 16/03).

Nos últimos dias do mês de março o mercado voltou a ficar instável, com reflexos nas nossas carteiras de maior risco (renda variável e multimercado), que proporcionaram rendimentos negativos por conta disso. O período foi marcado por incertezas políticas, principalmente em relação à reforma da previdência e dúvidas em relação ao ritmo do crescimento global.  Por outro lado, os fundos exclusivos de renda fixa praticamente empataram com o CDI, que rendeu 0,47% naquele mês. Resumindo, o resultado geral de nossas aplicações fechou março com rentabilidade ligeiramente positiva, de 0,10%, acumulando 1,87% neste ano.

Previsão resultado abril/2019 (Não é Cota Oficial. Está sujeita ainda a alterações)

No encerramento do mês de abril, houve uma pequena “trégua” no mau humor do mercado. A Bolsa reagiu e vimos certa estabilidade no mercado de juros. As carteiras exclusivas de Renda Fixa registraram performance ligeriamente acima do CDI – que rendeu 0,52%. Já os fundos de Renda Variável (Ações), mostraram boa performance, com 1,33% registrado pelo fundo Phoenix-Itaú, e 1,58% pelo fundo Moat. Mas, por outro lado, os fundos Multimercado alcançaram rentabilidade praticamente nula no mês. Com isso, a rentabilidade global do portfólio da Bungeprev deve encerrar abril com retorno de 0,56%, levando o resultado acumulado de 2019 para 2,45%.

Autor: Bungeprev

Fonte: .