sexta-feira, 19 de março de 2021  10:48

Rentabilidade janeiro e fevereiro




Resultado janeiro/2021 

O ano iniciou ainda no “embalo” do otimismo que envolveu os mercados no final de 2020, mas logo sofreu uma correção. Embora a perspectiva favorável do avanço da vacinação contra a Covid-19 jogava a favor, as novas variantes do vírus ao redor do mundo e o desempenho negativo da Bolsa americana no período acabaram empurrando a nossa Bolsa para baixo. Internamente, os riscos fiscais (maiores gastos do Governo) e o ambiente político também impactaram desfavoravelmente, inclusive na Renda Fixa. Com isso, enquanto a Selic (taxa básica de juros brasileira) rendeu +0,15% no primeiro mês do ano, os fundos de Renda Fixa da Bungeprev mostraram resultados negativos de 0,03% e 0,21%, respectivamente pelos Fundos Nova York (Banco BNP) e Independence (Western). Já no segmento de fundos Multimercado, o Kinea nos retornou com -1,00% e o SPX Nimitz -0,67%. Por fim, os fundos que atuam com Ações (Moat, Indie e Gênesis) mostram perdas de 6,26%, 0,12% e 1,63%. O resultado de tudo isso nos leva a um resultado consolidado para janeiro de -0,90%.

Previsão resultado fevereiro/2021 (Não é Cota Oficial. Ainda está sujeito a alterações)

O mês de fevereiro não foi bom para nossos investimentos em renda fixa. Enquanto o fundo Nova York (gestor BNP) nos deu um retorno negativo de 0,21%, o fundo Independence (gestor Western) fechou com perda de 0,36%. Ambos, contemplaram na carteira alguns títulos indexados à inflação e pré-fixados – os quais mostraram perdas no mês. Mas o maior impacto negativo veio da Bolsa de Valores (renda variável), que caiu próximo a 4% em fevereiro. Com isso, todos os nossos três investimentos nesta área apresentaram perdas também: Fundo Moat (-5,96%), Fundo Genesis-Itaú (-3,16%) e Fundo Indie (-4,31%). Impactaram o ambiente de maior risco político/fiscal; as discussões sobre o novo Auxílio Emergencial e; interferência do Governo na gestão de empresas estatais, que tem ação em Bolsa, como Petrobras e Banco do Brasil, por exemplo. Os destaques positivos foram nossas posições em fundos multimercado, com o fundo da Kinea alcançando 1,53% e o SPX Nimitz 5,43%. Em resumo, as estimativas indicam resultado global negativo de 0,53% para a cota da Bungeprev em fevereiro. No acumulado ano, chegaríamos a -1,43%.

Autor: Bungeprev

Fonte: .