Como saber quando é a hora certa para se aposentar?

Existem dezenas de fatores a serem levados em consideração no momento da aposentadoria. São alguns deles:
• Merecimento após tantos anos de trabalho;
• Querer ficar mais tempo com a família;
• Diminuir o ritmo de vida e poder cuidar da saúde, fazer ginástica etc.;
• Vontade de abrir um negócio;
• Ter mais tempo para se dedicar a projetos pessoais, trabalho voluntário etc.;
• Vontade de iniciar uma nova carreira, sem que esta seja a sua principal renda.

Para saber aquele que se encaixa perfeitamente ao seu perfil, não existe fórmula mágica. Reflita, reflita e reflita, fale com sua família e amigos, tente se colocar em cada uma das possibilidades e continue se planejando. Mas, algumas coisas são certas:
• Busque alguma atividade que lhe dê motivação
• Verifique se esta atividade está alinhada aos objetivos familiares
• E volte à questão orçamentária. Que renda você precisa para arcar com suas despesas? Nisto, duas perguntas básicas são importantes:
- O valor que será pago pela Previdência Social é suficiente para você manter seu padrão de vida?
- Se não for suficiente, você tem reserva formada em algum plano de previdência complementar ou qualquer outro tipo de poupança/patrimônio para integrar a renda ideal para você e sua família por toda a sua aposentadoria?

Esta questão financeira é crucial no planejamento da aposentadoria. Grande parte dos aposentados de hoje em dia compõem sua renda mensal somente com a Previdência Social e passam necessidades financeiras, muitas vezes dependendo economicamente de filhos e parentes.

Apesar de grande parte das famílias conviverem com este cenário, ainda hoje algumas pessoas só começam a refletir sobre as finanças na aposentadoria no derradeiro momento em que estão se aposentando.

E, despreparados, adiam a aposentadoria na expectativa de acumular os recursos necessários para parar de trabalhar.

Pense rápido: Quanto você acha que precisa acumular para poder se aposentar tranquilamente?

Mesmo sendo uma conta teórica, um bom exercício é multiplicar por 220 vezes a renda que você deseja receber, além do Benefício da Previdência Social.

> Parece muita coisa? Pois então comece a fazer as contas a partir de agora e avalie a sua situação financeira.

Vale ressaltar que este rápido cálculo proposto é apenas para você ter ideia, em ordem de grandeza, do quanto deverá acumular de recursos para a sua aposentadoria. Para planejar a sua vida financeira, faça a simulação do seu benefício em ferramentas mais apropriadas, como o próprio simulador do plano de previdência complementar.

Back to top